O estado atual da indústria de eBooks no Brasil

O infográfico abaixo, apresentado na XV Bienal do Livro, é, na verdade e para os olhos certos, um mapa de oportunidades. Da maneira como vemos as coisas existem dois grandes pólos de trabalho. O primeiro envolve cumprir a demanda reprimida das editoras nacionais que ainda não colocaram os pés no mundo digital, nada menos do que 30 das 45 grandes. Essa é a parte fácil, acreditem. Envolve, basicamente, colocar-se como FORNECEDOR de um mercado já existente.

O segundo grande pólo de trabalho é EMPREENDER junto à indústria do livro. Mudar formatos e modelos de negócio de maneira a atrair novos autores, aqueles sintonizados com os paradigmas atuais e mostrar que existe vida inteligente ( = comercialmente viável) na publicação independente, no long tail, na formação de novas comunidade de leitores. Só tem uma questão: a indústria do livro é tradicionalmente avessa a grandes reviravoltas.

Ou seja, temos muito trabalho pela frente.

Via: @vignamaru que leu no Revolução eBook


No Replies to "O estado atual da indústria de eBooks no Brasil"


    Got something to say?

    Some html is OK